Prof. Manolo e Giovanna.

No último final de semana, a aluna Giovanna Lemos, da segunda série do Ensino Médio da unidade Morumbi, sagrou-se campeã da Olimpíada Brasileira de Neurociência e representará o Brasil na Olimpíada Mundial.

Para ter chegado à etapa nacional, Giovanna Lemos participou da etapa paulista, realizada dia 14/03, que contou com a participação de 100 alunos entre 14 e 19 anos, todos estudantes do Ensino Médio. Esta fase foi patrocinada pelo Hospital Albert Einstein e nela Giovanna ficou em 3º lugar, classificando-se para a etapa nacional, realizada na cidade do Rio de Janeiro no dia 9/5, onde disputou com mais oito concorrentes que representavam outros estados do país.

O evento ocorreu na estação de ciências ao lado da UFRJ, no bairro de Botafogo. Foi neste local que Giovanna passou por uma das maiores emoções de sua vida, ao ficar em 1º lugar na Olimpíada Brasileira de Neurociências (OBN) ou Brain Bee Competition. Na etapa nacional, nove competidores responderam, cada um, a 100 perguntas durante as cinco horas de competição. Eram quatro temas: neuroanatomia, neurofisiologia, neurociências básicas e diagnóstico. Para se preparar, a aluna leu cinco livros (quatro em inglês). Segundo relatou, ela percebeu que estava indo bem quando, no intervalo, os demais competidores falaram que as perguntas estavam muito difíceis, algumas impossíveis, enquanto ela havia respondido todas até o momento.

Disse, ainda, que a história toda começou assim: “Quando vi outros colegas participando das olimpíadas de química e matemática, senti vontade de participar também”.

Giovanna não deixou de alertar para a importância do professor José Manuel Rodriguez, mais conhecido pelos alunos como prof. Manolo, que a ajudou muito tirando dúvidas e a apoiando, além de ter sido um tutor e lhe passado muita confiança e acolhimento. Ela também agradeceu à direção do colégio Pentágono por tê-la apoiado em todos os momentos.

Em breve, entre 20 e 26 de agosto, Giovanna irá para a Austrália representar o Brasil na etapa internacional acompanhada pelo professor Manolo. Até lá, há muitos livros para ler e horas e horas de estudos, mas, segundo ela mesma, “vale muito a pena, porque é o que eu quero fazer na minha vida profissional: estudar o cérebro”.

Giovanna, atualmente com 16 anos, está cursando a 2ª série do Ensino Médio e está se preparando no Pentágono para prestar a Fuvest em 2016 e as provas do ENEM, tentando uma vaga no curso de Medicina. Além disso, está fazendo o programa IFY do Pentágono a fim de entrar em uma universidade no exterior. Suas pretendidas são Harvard e Cambridge.

Boa sorte Giovanna!!! Estamos muito orgulhos de você!

 

Saiba mais sobre a competição:

“A Olimpíada Brasileira de Neurociências (OBN) é uma iniciativa nacional para a realização de olimpíadas de neurociências em diferentes estados brasileiros. A OBN é uma competição sem fins lucrativos de neurociências para estudantes do ensino básico, que visa incentivar a busca pelo conhecimento sobre o sistema nervoso e estimular o interesse de estudantes do ensino básico pela pesquisa acadêmico-científica nas diferentes áreas das neurociências. Esta competição teve seu início em 1998 por iniciativa do Dr. Norbert Myslinski (Universidade de Maryland, EUA), sob a rubrica de Brain Bee Competition. Iniciada nos EUA, essa iniciativa se expandiu para vários países. Atualmente, existem cerca de 150 Olimpíadas de Neurociências distribuídos em comitês locais por todo o mundo… Trata-se de um evento sem fins lucrativos e qualquer estudante entre 14 e 19 anos é elegível para competir. O torneio consta de três fases, uma local, uma nacional e uma internacional, com competidores dos 6 continentes. Para a competição mundial, um representante de cada país é selecionado a partir de seleções nacionais que agregam os candidatos indicados pelos comitês locais de cada cidade. O vencedor da competição nacional é convidado a participar da competição internacional (International Brain Bee). ”

fonte: http://www.einstein.br/Pesquisa/instituto-do-cerebro/olimpiada-de-neurociencias – extraído em 11/05/2015