Nossas mãos, nosso mundo: descobrindo semelhanças e diferenças

Já pensou em quanto somos parecidos e ao mesmo tempo tão diferentes uns dos outros? Para responder essa questão, os 2ºs anos aqui do Pentágono fizeram várias atividades na aula de Artes, como se observar no espelho e fazer um autorretrato, por exemplo.

A partir da obra “O polvo”, da artista Adriana Varejão, os alunos descobriram a infinidade de tons de pele que existem, e então, desenharam seus braços, com as cores e detalhes – como pintinhas ou cicatrizes – pequenos, mas que mostram um pouquinho de quem são.

 Confira as fotos!