Você sabia? – A origem da Festa Junina

Você sabia que, embora fortemente comemorada no Brasil, a Festa Junina tem origem europeia? Seu surgimento se deu no período pré-gregoriano, como uma festa pagã em comemoração à grande fertilidade da terra, às boas colheitas, na época denominada “solstício de verão”. Essas comemorações também aconteciam no dia 24 de junho, para nós, dia de São João.

Nesta data, com fogueiras e brincadeiras, provamos dos mais variados tipos de comidas – desde o tradicional bolo de milho, até as deliciosas maçãs do amor – e conhecemos um pouco de outras culturas brasileiras, enquanto prestigiamos as danças e as músicas típicas!

Separamos cinco curiosidades que você provavelmente ainda não sabia sobre os itens e costumes típicos da festa. Confira!

1. As tradicionais fogueiras foram herdadas da cultura greco-romana e dos celtas, que cultuavam as fogueiras como forma de agradecimento pelas boas colheitas. Essa prática, também adotada aqui no Brasil, é vista como uma forma de purificação e proteção, além de ser símbolo de comemoração entre familiares e amigos durante a festa.

2. Conhecidas como o principal enfeite decorativo das festas juninas, as bandeirinhas surgiram como uma forma de homenagem aos três santos conhecidos como padroeiros das Festas Juninas: São Pedro, Santo Antônio e São João. O tempo foi passando e as bandeirinhas diminuindo de tamanho, mas elas continuam, até hoje, com a mesma simbologia: encantar e purificar o ambiente da festa.

3. As roupas típicas, na antiguidade, eram volumosas e rodadas, feitas com tecidos finos e sofisticados. Mas, em nosso país, acabaram sendo confeccionadas com tecidos mais coloridos e chamativos, principalmente com ‘chita’, um tecido de algodão simples, com estampas de cores fortes, ilustrando as características brasileiras de alegria e festividade.

4. Balões e fogos de artifício, na época, eram usados para avisar aos moradores da área rural que a festa estava para começar. Nos dias de hoje, balões são proibidos pelo risco de incêndios, mas os de papel, usados para a decoração de ambiente, continuam encantando a todos os que participam desse momento de comemoração.

5. As brincadeiras típicas, como corrida no saco, boca do palhaço, pescaria, correio elegante, bola no alvo, corrida do milho e rabo do burro são brincadeiras tradicionais, inventadas há muitos anos e, até os dias de hoje, proporcionam muita alegria e diversão!

Aqui no Pentágono, o tradicional XXIX Pé de Moleque, além de contribuir para os projetos realizados pelo nosso Voluntariado, nesse ano, revela e resgata o patrimônio cultural brasileiro, marcado pelas tradições da cerâmica, como a arte do barro, que passa de geração para geração e se constitui em importante elemento de identidade de um povo.

Convidamos toda a comunidade, pais, alunos e ex-alunos, a participar desta maravilhosa e tradicional festa solidária! Não se esqueça de compartilhar no Facebook e no Instagram as suas fotos, usando a hashtag #FestaJuninaPentágono2017.

Até lá!