Você já parou para pensar por que comemoramos o dia 31 de dezembro? Preparamos um jantar especial, escolhemos uma boa roupa, reunimo-nos com nossos familiares para comemorar a chegada de um novo ano, sendo que se trata apenas da continuidade da vida. São apenas 24 horas que se encerram e 24 horas que se iniciam. Então, por que tanta festa?

Na verdade, todos precisamos encerrar ciclos. Fazer uma pausa, tomar fôlego e continuar. Iniciar uma nova história.

Este é um momento para reflexão, planejamento, autoanálise. Sem esse recomeço, continuaríamos em nossa rotina, apenas existindo e deixando de viver aquilo que a vida tem de melhor, que está reservado para cada um de nós.

É hora de olhar além. Aprender com os erros e construir novos aprendizados. Refletir sobre o que não deu certo e estar aberto a novas experiências. Dar a nós mesmos uma segunda chance. Uma oportunidade de retomar aquela velha promessa que não foi cumprida. Olhar para frente, sem se esquecer daquilo que nos trouxe até aqui.

Tudo passa, e o melhor que podemos fazer por nós mesmos é deixar passar. Aprender com os erros do passado significa deixá-los lá. Ninguém pode estar em dois lugares ao mesmo tempo. Crie coragem para encarar os fracassos e buscar novas alternativas a partir deles. Não permita que a frustração lhe sufoque. Antes, porém, aprenda a recomeçar. O segredo está em tentar ser o que melhor podemos ser, buscar a melhor versão de nós mesmos.

Aprender também é isso. Ressignificar experiências. Mudar velhos comportamentos, criar novos hábitos. Colocar em prática novas ideias e pensamentos.

A palavra de ordem é ATITUDE! Faça você a diferença! Somos os maiores responsáveis pelas grandes mudanças que ocorrem em nossas vidas. Que tal criar novas oportunidades em vez de esperar que elas surjam como em um passe de mágica? Alcançamos maiores resultados quando nos movemos. Afinal de contas, o nosso novo ano será aquilo que nós somos.

Juliana Ferraz
Orientadora Educacional 
Colégio Pentágono