Vitamina D

Também chamada de calciferol, Vitamina D é o nome dado ao grupo de compostos solúveis em lipídios, que, na verdade, funcionam como um hormônio. Todas as células do corpo têm um receptor para ela. É essencial ao corpo humano, pois contribui para manter a saúde dos ossos através de inúmeros mecanismos. Ela é fundamental para a realização de mais de 85 funções já definidas e ativa mais de dois mil genes essenciais.

Inicialmente, a Vitamina D era indicada para a saúde dos ossos, mas, atualmente, estudos têm demonstrado inferências mais amplas em outras partes do corpo:

– Fortalece o sistema osteomuscular;

– Atua na prevenção de doenças cardiovasculares;

– Previne doenças degenerativas do sistema nervoso;

– Age preventivamente em diversos cânceres;

– Melhora o equilíbrio corporal;

– Fortalece o sistema imunológico;

– Ajuda a processar o açúcar no sangue;

– Diminui a pressão arterial;

– Previne o sobrepeso;

– Estimula a produção adequada de hormônios masculinos e femininos;

– Ajuda a melhorar o raciocínio e a memória.

 

A Vitamina D é a única vitamina que só é ativada por meio da exposição ao sol, ou  mais precisamente aos raios ultravioletas do tipo B (UVB), que  são responsáveis por 80% a 90% do total de Vitamina D que o corpo recebe. Para produzir a Vitamina D de forma segura, deve-se tomar banho de sol por pelo menos 15 minutos por dia, sem usar protetor solar. Quanto mais escura a pele, mais difícil é a produção de Vitamina D.

Hoje em dia, é muito comum pessoas com deficiência de Vitamina D, devido, principalmente, à dificuldade de tomar sol, especialmente em grandes cidades, mas alguns alimentos são fontes dessa vitamina:

– Leite;

– Sardinha;

– Salmão;

– Atum;

– Ovos;

– Cereais integrais.

Para quem está com deficiência de Vitamina D, existem vários suplementos disponíveis, mas estes só devem ser usados com orientação médica.

 

Mirella Pinheiro
Nutricionista Morumbi

Confira também algumas opções de lanches saudáveis recomendadas pela nossa nutricionista>>>