Até 6 Anos

Dona Baratinha
Autora: Ana Maria Machado
Editora: FTD, 2004

Dona Baratinha achou uma moeda e pensou que, estando rica, poderia se casar. Então, ela se arrumou e foi para a janela procurar um noivo. Muitos candidatos apareceram: o boi, o gato, o cachorro, mas o ratinho foi o escolhido. A noiva chegou na igreja, mas o ratinho não apareceu. Ela acabou desistindo do casamento. O noivo? De tão guloso, tinha caído na panela de feijão. Quem vai se casar com a Dona Baratinha?


Por que ler para seu filho?

Este é um conto popular recontado pela autora de renome Ana Maria Machado e que nos remete à música da barata (A barata diz que tem sete saias de filó…). É uma obra de ficção, ou seja, não aconteceu de verdade, e que cria um universo de seres e acontecimentos, de fantasia ou imaginação. O conto apresenta um narrador (a Dona Baratinha) e personagens (os possíveis maridos: boi, cavalo, cachorro, bode, carneiro, gato, galo, papagaio e o ratinho).
Aborda temas como casamento, economia, formação social e diferenças de uma forma divertida, para a criança aprender valores, desenvolver o senso crítico, a criatividade e a expressão.

 

Ampliando o repertório! No mesmo gênero, temos o livro:
“A história mais longa do mundo”, de Rosane Pamplona
Editora Brinque-book, 2009

 

 

 

 

 


Ensino Fundamental I

Cartas a Povos Distantes
Autor: Fábio Monteiro
IlustradorAndré Neves
Editora: Paulinas

Giramundo era um garoto que gostava de viajar usando a imaginação. Inventava lugares, mapas, povos e línguas que não existiam. E inventava tão bem inventado que as pessoas ao redor duvidavam se as coisas saíam da sua cabeça ou se, de fato, haviam acontecido. Até que, um dia, ele recebe uma carta misteriosa de “um amigo” de Luanda, Angola. Curioso, ele responde com muitas perguntas ao inusitado destinatário, na ânsia de descobrir seu nome, como é o lugar onde vive, qual é a sua história… Seu Joaquim, o dono da venda, português de Luanda, intermedeia o contato. Esse é o início de uma bela amizade, de uma linda troca de correspondências e da descoberta de lugares “distantes, mas nem tanto”.

Por que ler para o seu filho?

  • O livro ficou em 2º lugar na 58ª edição do prêmio Jabuti, na categoria Infantojuvenil.
  • Muito bem avaliado pelo blog Estante das Letrinhas, do Jornal Estado de S.Paulo:

 http://cultura.estadao.com.br/blogs/estante-de-letrinhas/cartas-a-povos-distantes-amizade-e-afeto-entre-meninos-do-brasil-e-de-luanda/

 


Ensino Fundamental II

Bom dia, camaradas
Autor: Ondjaki
Editora: Companhia das Letras
Ano de publicação: 2014

A Luanda dos anos 1980 com professores cubanos, escolas entoando hinos matinais e jovens de classe média é o cenário de Bom dia, camaradas. Do universo do romance também fazem parte as lembranças dos cartões de abastecimento, as desigualdades sociais e os conflitos entre modernidade e tradição. Através do olhar lírico de um garoto, o leitor é levado a uma Angola que acabou de se tornar independente e é obrigada a repensar as regras sociais e a questionar as causas da desigualdade.

Ondjaki nos conduz aos pequenos acontecimentos do cotidiano que mostram como é preciso mais do que um decreto para que as mudanças de fato aconteçam. Assim como em outros livros de Ondjaki, o mundo dos jovens e a descoberta da vida adulta e seus conflitos são retratados sem o tom irritadiço das militâncias nem a condescendência do lirismo excessivo. Bom dia, camaradas é daqueles romances que atravessa as idades e pode ser lido tanto pelo jovem quanto pelo leitor maduro.A literatura de Ondjaki é especialmente atraente para o público brasileiro, que verá a língua portuguesa ganhar outros contornos e reconhecerá no escritor angolano muito da nossa melhor tradição literária.

 


 Ensino Médio

O que é fascismo e outros ensaios
Autor: George Orwell; Sérgio Augusto (Org.)
Tradução
: Paulo Geiger
 Editora: Companhia das Letras
 Ano de publicação: 2017

Romancista celebrado pelas distopias de 1984 e A revolução dos bichos, George Orwell também foi um prolífico repórter e colunista. Entre as décadas de 1930 e 1940, o autor de O que é fascismo? colaborou em diversos veículos da imprensa britânica. Nesta coletânea de 24 ensaios publicados em revistas e jornais, organizado por Sérgio Augusto, Orwell explora um amplo espectro de assuntos, sempre perpassados pela política, sua principal obsessão intelectual e literária.

Com temas que variam de Adolf Hitler à pornografia, de W. B. Yeats a O grande ditador, os textos selecionados pelo jornalista Sérgio Augusto compõem um inteligente mosaico das opiniões de Orwell durante o período crítico da Segunda Guerra Mundial e do início da Guerra Fria. Com sua visão irônica do mundo conflagrado da época, os ensaios demonstram a potência criativa do “socialismo democrático” adotado pelo escritor como credo político após sua experiência na Guerra Civil Espanhola, em contraposição aos totalitarismos de esquerda e de direita então em voga.

 

 

 


 Pais 

O livro de Jô – uma autobiografia desautorizada – Volume 1
Autor: Jô Soares e Matinas Susuki Jr.
Editora: Companhia das Letras
A
no de publicação: 2017

 

Com verve mais afiada do que nunca, Jô Soares compartilha sua trajetória de astro midiático num livro de memórias escrito para fazer rir, chorar e, sobretudo, não esquecer.O primeiro volume resgata fatos, lugares e pessoas marcantes da juventude de Jô e reconstitui seus primeiros passos no mundo dos espetáculos, nas décadas de 1950 e 1960. Entre a infância dourada no Copacabana Palace e a dura conquista do estrelato, acompanhamos o autor do nascimento aos trinta anos. Os antecedentes familiares, a meninice privilegiada nos palácios da elite carioca, a mudança para um internato na Suíça, os marcos da formação cultural do futuro showman na adolescência, a paixão pelo jazz, a estreia modesta em pontas no cinema e na televisão, o primeiro casamento e, finalmente, a conquista do sucesso numa São Paulo fervilhante: tudo o que você sempre quis saber sobre Jô ele mesmo conta, com o talento narrativo do romancista de O Xangô de Baker Street e O homem que matou Getúlio Vargas.