Até 6 anos 

O Rouba-livros

Autor: Helen e Thomas Docherty
Editora: Melhoramentos, 2014

Em cada toca, nenhum ruído: um belo livro está sendo lido…
Mas, de repente, os livros de histórias começam a desaparecer. Será que existe um rouba-livros? Como descobrir? Uma pequena coelha decide desvendar o mistério.

Por que ler para o seu filho?
Nada mais gostoso do que uma historinha na hora do soninho! A leitura traz aos nossos pequenos muito encantamento, principalmente na fase da alfabetização, porém, mais do que isso, estreita os vínculos familiares, os momentos de prazer e afeto!

 

 

 

Ampliando o repertório!

No mesmo gênero, temos: “É um livro”,  de Lane Smith,  Ed. Cia das Letrinhas, 2013.

 

 


Ensino Fundamental I


As aventuras do avião vermelho
Autor: Erico Veríssimo
Editora: Companhias das Letrinhas

Essa história conta a vida de Fernando, um menino travesso. Preocupado com a desobediência do filho, o pai lhe dá um livro de presente. Todo feliz, Fernando passa a tarde lendo histórias. A que ele mais gosta é a do valente Capitão Tormenta, que percorre o mundo em um avião vermelho. O menino decide que também quer ser aviador. Fernando ganha outro presente: um aviãozinho vermelho. Em companhia de seus brinquedos favoritos, o Ursinho ruivo e o boneco Chocolate, ganham a vida com sua imaginação. Ele passeia pela Lua, pela China, pela África e chega à Índia.

No percurso, enfrenta relâmpagos, ventanias e até um exército de tico-ticos. Os viajantes ainda vão parar no fundo do mar, onde o aviãozinho se transforma num submarino.

Em As aventuras do avião vermelho, a imaginação comanda as viagens, cria os perigos e soluciona as mais emocionantes peripécias. Prepare-se para um voo fenomenal!

Por que ler para o seu filho?

O livro traz a marca do estilo divertido e emocionante de Erico Veríssimo, um dos mais importantes escritores da literatura brasileira, autor de Os três porquinhos pobres, e as belas ilustrações de Eva Furnari. Ao longo desta jornada, ele descobre o prazer da leitura, a importância de ter amigos e o amor do pai.

Erico Veríssimo nasceu em Cruz Alta, no Rio Grande no Sul, no dia 17 de dezembro de 1905. Ao frequentar o Colégio Venâncio Aires, na sua cidade natal, o menino comportado e estudioso criou, com quase dez anos, uma revista intitulada Caricatura, na qual apresentava seus desenhos e alguns textos.

Já há uma versão em filme da história deste livro. Não deixe de assistir! Uma animação que demorou 10 anos para ser produzida.

É um verdadeiro mergulho no mundo inocente das crianças.

 


 

Ensino Fundamental II


Maus – a história de um sobrevivente
Autor: Art Spiegelman
Editora: Quadrinhos na Cia
Ano de publicação: 2005

Maus (“rato”, em alemão) é a história de Vladek Spiegelman, judeu polonês que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz, narrada por ele próprio ao filho Art, cartunista americano. O livro é considerado um clássico contemporâneo das histórias em quadrinhos. Foi publicado em duas partes, a primeira em 1986 e a segunda em 1991. No ano seguinte, o livro ganhou o prestigioso Prêmio Pulitzer de literatura e jornalismo.

A obra é um sucesso estrondoso de público e de crítica. Desde que foi lançada, tem sido objeto de estudos e análises de especialistas de diversas áreas – história, literatura, artes e psicologia. Em nova tradução, o livro é agora relançado com as duas partes reunidas num só volume.

Nas tiras, os judeus são desenhados como ratos e os nazistas ganham feições de gatos; poloneses não-judeus são porcos e americanos, cachorros. Esse recurso, aliado à ausência de cor dos quadrinhos, reflete o espírito do livro: trata-se de um relato incisivo e perturbador, que evidencia a brutalidade da catástrofe do Holocausto.

Spiegelman, porém, evita o sentimentalismo e interrompe algumas vezes a narrativa para dar espaço a dúvidas e inquietações. É implacável com o protagonista, seu próprio pai, retratado como valoroso e destemido, mas também como sovina, racista e mesquinho. De vários pontos de vista, uma obra sem equivalente no universo dos quadrinhos e um relato histórico de valor inestimável.

 

 


 Ensino Médio

Persépolis
Autor:
Marjani Satrapi
Tradutor: Paulo Werneck

Editora: Quadrinhos na Cia
Ano de publicação: 2007

Marjane Satrapi tinha apenas dez anos quando se viu obrigada a usar o véu islâmico, numa sala de aula só de meninas. Nascida numa família moderna e politizada, em 1979 ela assistiu ao início da revolução que lançou o Irã nas trevas do regime xiita – apenas mais um capítulo nos muitos séculos de opressão do povo persa.

Vinte e cinco anos depois, com os olhos da menina que foi e a consciência política à flor da pele da adulta em que se transformou, Marjane emocionou leitores de todo o mundo com essa autobiografia em quadrinhos, que só na França vendeu mais de 400 mil exemplares.

Em Persépolis, o pop encontra o épico, o oriente toca o ocidente, o humor se infiltra no drama – e o Irã parece muito mais próximo do que poderíamos suspeitar.

 

 


 Pais 

Escola Brasileira de Futebol
Autor: Paulo Vinícius Coelho (PVC)

Editora: Objetiva
Ano de publicação: 2018

Por que o Brasil forma tantos jogadores? O futebol brasileiro é conhecido e admirado no mundo inteiro, mas, por algum motivo, a escola brasileira de futebol nunca foi registrada em nenhum livro. Paulo Vinícius Coelho, o PVC, analisa os diversos esquemas táticos utilizados por times consagrados e pela vitoriosa seleção brasileira, buscando entender como o futebol brasileiro evoluiu ao longo de décadas.

A escola brasileira de futebol é uma mescla de estilos, alimentada por técnicos que fizeram história e que formaram jogadores históricos. O Brasil é, sem dúvida, o país do futebol, e por isso a sua escola precisa ser difundida, tanto pela bola nos pés quanto pelo conhecimento sobre sua teoria.