Vamos tratar da importância das férias do ponto de vista dos  nossos alunos. Conversamos com crianças e adolescentes sobre o tema e eles deram ótimas  contribuições. O compromisso de escutar os alunos  e consultá-los é fundamental na prática pedagógica. Significa desenvolver a capacidade para entendê-los  cada vez mais e direcionar o olhar para diferentes opiniões.

Férias são um período de descanso, após um semestre de rotina escolar trabalhosa e exigente. A maneira como entendem as férias varia em cada faixa etária. Dormir até tarde, não ter hora para acordar, fazer o que der vontade, divertir-se, são respostas comuns a todos os alunos.  

Para crianças de 8 e 9 anos,  as férias se tornam uma ocasião para fazer atividades de lazer e descanso que, no dia a dia, não são possíveis. Querem  brincar e estar com a família. Uma aluna assim expressou a importância do mês de julho: “Acho legal, porque nas férias fico com meus pais que trabalham muito e no período de aulas só os vejo à noite. Temos férias juntos”. Encontrar familiares é um momento muito desejado para esta faixa etária.“Brinco com minhas primas quase todos os dias”, disse outra colega.  

Alunos de 10 anos já começam a perceber que precisam descansar para “recuperar a  mente das aulas”, segundo um aluno do 5º ano. Também começam a perceber que as viagens são oportunidades de grande aprendizado. “Vou viajar para conhecer outras culturas”, disse um aluno. Há respostas inesperadas: “Não queria ter férias, queria ficar com meus amigos” ou  “Nas férias tenho saudades da escola, porque adoro escrever nos cadernos”. A convivência mais próxima com os pais e irmãos é valorizada pelos alunos do 5º ano.

Um grupo de alunos do 7º ano irá participar do Summer Camp, em Londres. Encaram o estudo da Língua Inglesa como férias, porque, mesmo estudando, “saímos da rotina, vamos estar com os melhores amigos e aprender se divertindo”.

Para esse pessoal de 12 anos, férias são “momentos de descanso, sem matemática, sem equação, sem lição de casa”. Querem tempo livre para não fazer nada que se pareça com a rotina.

Os alunos do 9º ano parecem mais acomodados. Muitos dizem que querem dormir e ver série, nada de viagem com a família. Encaram as férias como  uma recompensa, momento de curtir, depois de muito esforço e de obrigações. Têm a sensação de dever cumprido. Também descobrem a oportunidade de ampliação cultural: “Vou para Portugal, conhecer a terra de Fernando Pessoa, que a gente está estudando”.

Para o pessoal da 1ª série do Ensino Médio, as férias são extremamente importantes para o descanso em casa . “Para manter a sanidade mental e física porque o Ensino Médio é desgastante e estressante”, segundo relato enfático de duas alunas.  A responsabilidade se amplia e alguns vão aproveitar as férias para se preparar para o retorno, revendo cadernos e resumindo matéria.

Para a 3ª série do Médio,  julho é o mês das viagens de formatura, organizadas pelas famílias. Os alunos se dividem em dois destinos, Cancun e Porto Seguro.

Para estes alunos, que se preparam para enfrentar o 2º semestre com ENEM e vestibulares, o descanso é essencial.   “Se não descansar, chego em agosto sem pique”. Mas o repouso não vai durar as férias todas, porque vão colocar em dia a leitura dos livros solicitados nos exames, rever matéria que ficou acumulada, olhar e treinar outros vestibulares.

Para todos, alunos e professores, as férias significam um tempo livre não programado, tempo de  descanso, poder escolher o que fazer.

Desejamos a todos um excelente período de férias escolares!

Adriana Giorgi Costa
Orientadora  Educacional