31 medalhas de ouro, 29 de prata e 15 de bronze: esse é o saldo do Pentágono após a realização da fase nacional da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Com 25,8% de aproveitamento, nossos alunos se destacaram no desafio e conquistaram a importante marca de 75 medalhas no quadro geral. 

A OBA teve início em 1998 e é realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), com o objetivo de fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e ciências correlatas, promovendo a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa, e conta com o envolvimento de alunos de alunos do Ensino Fundamental ao Ensino Médio de todo o país e do exterior (desde que sejam escolas de língua portuguesa). 

No Pentágono, a prova integra o nosso portfólio de Desafios Pedagógicos, que são atividades com o objetivo de promover um ambiente estimulante tanto para alunos com excelente desempenho quanto para aqueles que desejam avançar em seus aprendizados. Os alunos com as melhores notas são reconhecidos internamente.