A diretora pedagógica geral da Rede Pentágono, Patrícia Martins Nogueira, foi uma das convidadas do PISA para Escolas Global Road Show – seminário realizado no Rio de Janeiro na última sexta-feira (14), que trouxe informações sobre a avaliação mundial e a influência da prova em escolas e redes de ensino. 

Participando do painel “A experiência do PISA para Escolas em Escolas Privadas” ao lado de educadores de outros colégios e fundações, Patrícia compartilhou um pouco da nossa primeira experiência na realização da prova, que aconteceu em junho. “Foi um evento muito importante para ouvir outras escolas, inclusive de países como Portugal, Tailândia e Austrália, em um intercâmbio de ideias muito rico”, conta. 

Patrícia ainda ressalta que tanto a adesão ao PISA para Escolas quanto a presença em eventos como esse vão ao encontro de alguns de nossos valores: a excelência acadêmica, a formação do indivíduo e o ser feliz na escola. “A maioria dos estudantes que fizeram a avaliação estão no Pentágono desde a Educação Infantil, o que trará um resultado real do nosso trabalho. Com isso, poderemos fazer intervenções assertivas em relação aos conhecimentos, habilidades e competências dos nossos alunos”, diz Patrícia.

O PISA é uma avaliação mundial que procura mensurar o conhecimento e as competências de leitura, matemática e ciências de alunos de 15 anos. “O foco está na solução colaborativa de problemas, desenvolvimento de criatividade, autonomia e pensamento crítico dos nossos alunos. Além disso, sabemos que o bem-estar proporciona facilidade e um desenvolvimento maior no processo de aprendizagem, e, enquanto instituição, é nosso dever estimular essas habilidades e oportunidades”, finaliza. 

O resultado da avaliação será divulgado no final de 2022. O Pentágono receberá um relatório completo e minucioso, pelo qual será possível avaliar o nosso desempenho em um aspecto global.